sexta-feira, 31 de maio de 2013

TEUS OLHOS - SOU EU!


Teus olhos tão perdidos...
Se encontram desesperados
A procura dos meus
Querem saciar a saudade
Que adormeceu minha alma.

Teus olhos tão perdidos...
Tentam sentir, mesmo distantes
O aroma de meu perfume
Meu silêncio que te envolve
E o abraço que te acalma.

Teus olhos tão perdidos...
Se encontram sempre em mim
Ao ouvir minha voz
Envaidecendo teus ouvidos
Simplesmente dizendo: Te amo!

-Angel-

sábado, 25 de maio de 2013

MORMAÇO DO AMOR


Quando vejo as vinhetas
De vitrines, jornais, televisão, etc...
E vejo o apelo chamativo:
"Dê o quê seu amor deseja..."
Fico na janela observando
A ausência do amor
Das trocas de olhares
Das verdades ou mentiras
Que existem por trás de cada janela.

Quando escuto palavras de náufragos
Dos amores mal resolvidos,
Dos gritos de fique comigo,
Não vá embora, e outros apelos...
Vejo que nas horas incertas do amor
O sentimento que grita é egoísta.
A ausência do amor
Percebe-se visivelmente
Até por trás de uma dessas janelas.

O marmaço que o amor canta
Embaça os olhos e os sentimentos
Envelhecem com o tempo.
Qual seria a melhor forma de amar?
Vejo que chegou a hora de mudar
A forma de olhar apenas de uma forma
Esse sentimento chamado amor...
E desembaçar de alguma maneira
Os vidros das janelas.

-Angel-




sexta-feira, 24 de maio de 2013

QUEM GOSTA DE POESIA?



Um ser humano romântico,
Voltado para o sublime
Ouvindo canções de amor,
Sensivelmente diferente.
Tonalizando dias de brilho,
Não é um ser aéreo, vagando,
Está conectado, além da visão.
Ver nas coisas simples
O princípio dos sonhos,
Sonha algo de leve, de bom.
Descreve imaginário...
No prisma dos poemas
As cores das próprias emoções.
Um observador, um admirador,
Poético, cósmico, ou terreno,
Que apenas escreve a poesia...
Com o palpitar do coração!

-Angel-


quinta-feira, 23 de maio de 2013

A AMIZADE



Aqui apenas esta imagem mostra o quanto é importante a amizade, independente de cor, raça, credos, etc. Um amigo é alguém que adicionamos em nossa vida gratuitamente e na maior parte de nossos dias nos acompanham divinamente sem nenhum laço familiar, dar palpite, nos ensina e compartilha nossos sentimentos. E por aqui também compartilho o que Vinícius de Morais escreveu sobre a amizade:


"Um dia a maioria de nós irá separar-se. Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que partilhamos.

Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das vésperas dos finais de semana, dos finais de ano, enfim... do companheirismo vivido.


Hoje não tenho mais tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino ou por algum desentendimento, segue a sua vida.


Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão: "Quem são aquelas pessoas?
Diremos...que eram nossos amigos e...... Isso vai doer tanto!
Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!"


A saudade vai apertar bem dentro do peito.Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente...Quando o nosso grupo estiver incompleto... reunir-nos-emos para um último adeus de um amigo.
E, entre lágrima abraçar-nos-emos.
Então faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante.

Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida, isolada do passado.E perder-nos-emos no tempo...
Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades....

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!"

Vinícius de Moraes


Tudo de bom, seguidores e leitores deste blog! Curtam sempre uma boa amizade!

-Angel-

segunda-feira, 13 de maio de 2013

ALMA CORTANTE


   

Na lâmina cortante de minha voz
Não há tempo para o brilho do olhar
Nem afagos de outrora
Desmancho os melhores dias
A procura de algo...
Mas algo em mim
Não pode ser sentimentos.
Não evito-os, mas só um gosto amargo
Fere-me a alma de angústia
Seria isso amar?
Nunca! Quero ser de ferro!
Mas não consigo, acho que amo!
Mas o que seria o amor?
Essa essência de perfume?
Essa ausência de algo?

Como um ferreiro que tece o ferro:
Com o fogo amoleço a alma,
Com o martelo bato de frente
Com o meu destino...
E com a água me deixo...
Construir um paraíso...

-Angel-
                                                

domingo, 12 de maio de 2013

A DOSE CERTA DAS PALAVRAS




As palavras são como uma dose de um bom vinho! 
Temos que sorvê-las aos poucos, numa taça,
com lábios como se tivesse no momento exato de um beijo! 
Assim se tem a ideia de que ao pronunciá-las, 
tocamos o coração de alguém!

-Angel-

sexta-feira, 10 de maio de 2013

SAUDADE, CHÃO BATIDO E PODER....


Lembro da cidade de Caicó
Onde as ruas eram sovinas
O sorriso era cantarolado
A chuva era a noitinha
A estrada era luz de olhares
De esperança prometida
E sonhos achados!

Gosto de andar em pensamentos
Onde a violência não existia
Onde a poeira da estrada
Era a correria dos meninos
E o sol transformava...
Meus olhos em lágrimas
Alegria, lágrimas de alegria!

Lembro de saborear esses ares
Onde o misto da cidade
Abria a boca de carros de boi
Um misto de saudade 
E músicas de chocalhos
Rumando para um lugar
Onde o poder é o pensamento!

-Angel-

terça-feira, 7 de maio de 2013

CHEIRO DE MÃE



Ah! Mãe teu cheiro é espaço...
É vinculo umbilical
Algo de silêncio implantado
Incorporado aos vários suspiros
Menta com sabor de mel.

Ah! Mãe teu cheiro é agora!
É gosto de café matinal
Algo de alegria contagiante
Que emana de doces aconchegos
Manteiga com sabor de céu.

Ah! Mãe teu cheiro é lembrado
Do aroma forte e matriarcal...
Algo exageradamente latente,
Uterino, feminino e divino.
Olhar vindo da mãe de Deus menino!

-Angel-