sábado, 31 de julho de 2010

Capital .:. Incondicionalmente .:


O que mais é importante?
A fantasia? Ou o real?
O que mais incomoda?
O azul? Ou qualquer cor?
O que importa na vida?
A condição de ser consciente?
Ou a inconsequência de ser diferente?
O que importa, realmente...
Deve ser amar incondicionalmente!

-Angel-

POEMA: UM OLHAR OUTRA VEZ


Quisera ser a silhueta de amor,
Incondicionalmente amar.

Quisera ser a vida sempre a sorrir,
Esquecer pequenas coisas que fazem chorar.

Quisera ser uma música suave,
Doce, vibrar coisas sublimes.

Quisera ser a noite como céu,
Deixar-me ser pintada de estrelas.

Quisera ser a pernoite de anjos...
Só um gostinho a mais de proteger.

Quisera ser um olhar outra vez...
Momento e tudo para relembrar!

-Angel-

sexta-feira, 30 de julho de 2010

POEMA: CAMINHEIRA DO SILÊNCIO


Nas noites de terna solidão
Não chorarei por algo de ilusão,
Algo que me desmonte de forma real.
Não temerei! Pois as lágrimas
Por horas e horas, lavam e levam,
Leves, algo que ficou incompleto,
Num percurso deixado para trás
Com o esquecimento de um perdão.

E numa noite assim, de solidão,
Absoluto silêncio...
Ornamentada por tanto pensar,
Reconheço, preciso aprender
E reaprender o valor inesgotável
Do que se chama: Perdão!

-Angel-

POEMA: NOSSO SILÊNCIO...


Não, não diga nada!
Fica assim, silêncio...
Não, nada direi.
Permanecerei silêncio!
Deixa o olhar ser tudo,
Deixa o olhar falar alto,
Expressar um sentimento
Que ora as mãos falam
Ora o abraço verbaliza
A suavidade dos versos
Traduzidos na musicalidade
Do nosso silêncio!

-Angel-

quinta-feira, 29 de julho de 2010

POEMA: PENSAREI..."EU PASSARINHO"


O amanhecer é claro
Livre, pelos pássaros abençoado.
A brisa soprou na janela
Indicando que os planos reiniciaram.
Meus planos são o pensamento longe
Onde nem as paredes confessarei.
Eles, assim como os pássaros livres,
Não se prendem as árvores,
Voam pelos detalhes de suas flores.
O ninho do "eu passarinho"
Se encontra onde o infinito
É o universo de cada um de nós!

-Angel-

quarta-feira, 28 de julho de 2010

POEMA: POR TUAS MÃOS...



Colhestes flores amarelas
No jardim de tuas emoções,
Essências de almiscar, jasmim,
Nem sei...As senti no olhar!

Quero por tuas mãos ser desfolhada,
Como pétalas delicadas...
Exalando toda a canção de amar.
Quero por tuas mãos ser almejada
Como dança latina, ser acarinhada,
Numa doce e melodiosa guitarra
Onde o dedilhar, toque romântico
Por tuas mãos, só por tuas mãos!

-Angel-



POEMA: MEU FRIO...


O vento sussurrou frio...
Toda a saudade de você.
O que vou fazer?
Se o silêncio não responde
Toda a sensação de chuva interna?

Sussurrei um nome ao vento...
E ele retornou a saudade
Que sinto de você.

O frio agora sei,
Está inserido, escondido,
Dentro do olhar marejado,
Numa lágrima chamada lembrar.
Hoje lembrei você!

-Angel-

POESIA: UMA NOITE DE SONHOS...


Adormecida emergi,
Viajei por dias e noites
O percurso lindo
Que é está entre nuvens.
Sentir que nada eu era
Apenas floco de neve
No frio encontro
Do fio subconsciente...
Do eu e dos sonhos.



-Angel-

segunda-feira, 26 de julho de 2010

POEMA: SE TU ME AMAS...


Se tu me amas...
Uma esperança se acende,
Uma nova história começa.

Se tu me amas...
Uma doce canção ouvirei,
Numa suave fantasia.

Se tu me amas...
A alegria de sorrisos,
Se seguirão nos dias frios.

Se tu me amas...
Iremos nos encontrar,
E a inspiração vai voltar.

Se tu me amas...
Não direi mais
Sim, para a solidão.

-Angel-

POEMA: NOSSAS SILHUETAS


O toque ficou, permaneceu.
Nas sombras, nas penumbras,
Latentes, pulsantes,
Como um vivo contorno.
Nosso, só nosso...
Que se passa como rápido olhar,
Aquele, que só sabemos vê.
Não de corpos, mas como rimas
De versos loucos, passeando...
Nossas almas, unidas, num abraço,
Silencioso, deixando o deslizar,
Apenas o carinho, falar.

-Angel-

POEMA: TATUAGEM PREFERIDA


Desejo! Desejo! Desejo! Desejo!
Desejo ser a tua tatuagem preferida
Entrar em teus olhos de maneira definitiva.
Ser teu calor, teu suor ou tua pupila
Dormir e acordar junto, bem junto...
De toda tua química.
Desejo! Desejo! Desejo! Desejo!
Ser incorporada em teus poros
E contigo junto caminhar
Como uma jóia rara em teu corpo.
Chorar, pensar, sorrir, pulsar,
Respirar junto a ti por toda vida!



-Angel-

POEMA: FÊMEA


Singular ou plural...
Sou daquelas impulsivas!
Intensa, vivo tudo!
Sonhadora, viajo por pensamentos!
Calma, mergulho em meus tormentos!
Romântica, em tudo vejo o amor!
Sedutora, me rodeio de olhares!
Inquieta, provoco mil sentimentos!
E sigo pela vida emergindo e submergindo
O que observo à frente!
Ser fêmea...É ser...
No plural ou no singular
O calor do sol e a suavidade da lua!

-Angel-

POEMA: INSPIRAÇÂO


Ao encontrar a poesia...
Naveguei  por canções
Desde as mais simples,
Remadas por rios,
Numa pequena embarcação...
Até as gôndolas em cidades
Que exuberantes, românticas,
Definiam emoções à flor da pele.
A poesia torna-se num dedilhar...
O puro pensamento do coração,
Um olhar da mais sublime inspiração!

-Angel-

domingo, 25 de julho de 2010

POEMA: DELÍRIOS...


Se a febre me aquece...
Estou sem limite, em pensamento,
Delirando a tua presença.

Se eu me apaixonar...
A culpa será toda tua,
Pois em meu delírio, te chamo.

Se em pensamento...
Te chamo, te escuto,
É porque o amor é terno.

Se eu me apaixonar...
A culpa é minha,
Pois esqueci de te esquecer.

Se em pensamento...
Tua presença é meu tormento,
É porque estranhamente me apaixonei!

-Angel-

PENSAMENTO: MISTÉRIOS

Convivemos entre os mistérios...
Entre o real, o invisível, o sonho, o desejo,
O ousado é saber distingui-los.
O cair das máscaras desses mistérios!


-Angel-


sábado, 24 de julho de 2010

POEMA: NÃO TE DEIXAREI...


Por caminhos criei nosso amor,
Mesmo apenas assim, no pensamento.
Mas o fogo do amor me aquece,
Não deixa eximir o que passou
E as lembranças doces
De detalhes nossos...
Ocupam meu coração.
No silêncio leve dos rumores diários,
Teu lugar está nele...
Ouvindo a tua voz.
Não, sei, não te deixarei!

-Angel-

POEMA: SONHOS...


Quis entender meus sonhos...
Mas no cansaço do dia
Deixei-me levar por nuvens,
Como um girassol em busca da luz.
Encantadora luz dos anjos
Ora numa canção de seus violinos
Ora nas setas afiadas dos cupidos
A mirar e extinguir as dores do meu corpo!

-Angel-

sexta-feira, 23 de julho de 2010

POEMA:PESCADOR DE ESTRELAS


Procurei em meio das lágrimas
Alguma lembrança que me acalente
Ao retornar ao meu tempo de infância.
A mão que segurava-me forte,
A trajetória ao caminho da escola,
A voz orientando-me para a vida,
Ou mesmo o sorriso tímido
Ao falar, um sim!Ah! Pai!
Onde? Onde? Você se encontra?
Será que uma estrela já o absorveu?
Ou uma outra abdução ocorreu?
Sim! Eu vou chorar sem medo...
Pois sei que a trajetória das lágrimas,
Um dia será o caminho de um mesmo rio.
Aquele em que estaremos observando,
Sorrindo, cantarolando, e quem sabe...
Pescando algumas outras estrelas?

-Angel-

quarta-feira, 21 de julho de 2010

POEMA: RUBRO DESEJO...

                                                                                   

Se te penso...
Me exponho em nuances
Exóticas, exuberantes,
Uma forma chamativa
Para um convite
Vem, vem me amar...
O quê importa o mundo?
Vamos parar o tempo
E nesse momento,
Olha-me e vê...
Sou o rubro desejo
Te proponho o desvendar
Dos meus segredos...
Vem, vem me amar!

-Angel-

POEMA: PRELÚDIO DOS SONHOS


Dizem que os sonhos são o prelúdio
Do que chamamos de esperar...
Esperar um sorriso,
Esperar um abraço,
Esperar um calor,
Algo que acenda o fogo
O fogo interior da alma.
Ninguém se sente completo
Sem um outro alguém...
E isso é certo!

Dizem que os sonhos são o prelúdio
Do que chamamos de esperar...
Esperar um novo dia,
Esperar um sol brilhante,
Esperar um calor.
Algo que torne-se fogo
Acenda nossa luz interior.
Ninguém se sente só
Se existe outro alguém...
Dentro do coração. Isso é certo!

-Angel-

POETRIX: PRISMA


Meus olhos são o que penso
O que reconheço, o que mereço
E, muitas vezes, o que esqueço!

-Angel-

POETRIX: MEDO



O longe e perto de ti, exalta...
O longe e perto que te palpito
O querer e sofrer que repito!

-Angel-

POEMA: LEMBRANÇAS...


Você, fortemente dizer, você.
Das lembranças que levo em meu coração
A palavra indiferença, não existe.
Pois na distância, quando me vejo esquecida,
Percebo o seu carinho, mesmo em silêncio.
E você vem assim meio tímido...
Dizendo que existo, que toda a poesia
Nesses encontros virtuais ou reais
Permanecem, como uma estrela a brilhar,
Num infinito firmamento de outras.
Você, fortemente dizer, você.
É perceber que sim, sou lembrada!

-Angel-

terça-feira, 20 de julho de 2010

POEMA: AMIGO...

                      
Não há abraço mais caloroso,
De confiança. de alegria,
Construído dia após dia,
Do que a presença amiga!
Nas palavras, o apoio maior,
Nos gestos, o ombro ou as mãos,
No silêncio, todo o respeito!
Uma amizade é um bem durável.
Como um metal precioso,
Uma pérola achada no mar,
Um diamante em rochas
Que ao passar do tempo
Torna-se perfeitamente lapidado!

-Angel-

OBS: Para todos amigos, todas as amigas e leitores que viajam neste espaço: FELIZ DIA DO AMIGO!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

POEMA: SONHEI VOCÊ


A essência de meus sonhos
Diz na subconsciência: Amo-te!
E mesmo percorrendo
Caminhos diversos...
Ele, leva-me ao teu encontro.
Está contido no carinho
Pelo qual o real e o sonho
Leva ao amanhecer sorrindo,
Lembrando o amor
Que cresce mais e mais...
Se a felicidade existe
Está próxima dos momentos
Quando juntos caminhamos.

-Angel-

domingo, 18 de julho de 2010

TEXTO: CICLO DA VIDA? OU SIMPLESMENTE VIDA?


A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.


Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.


Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?




-Charles Chaplin-
 
OBS: Texto enviado pelo amigo Sérgio Gevaerd, que o título poderia ser este...Obrigada amigo! Está demais!!
 
-Angel-

POEMA: AMOR, BORBULHAS DE AMOR


Em meu desejo, manifestarei esperança,
Aquela que está em festa, ansiando
O amor, amor, simplesmente o amor...
Delicado, cuidadoso, acariciado.
Na explosão de sentimentos nossos,
Seremos o amor verdadeiro,
Impregnado de bons gestos,
Numa troca divina, mansa,
Sensivelmente, o nosso amor
Será borbulhante, significante,
Como desejos e sonhos...
Espalhados pelo universo:
O amor, borbulhas de amor!

-Angel-

POETRIX: ALMA


Renunciarei o meu espelho,
Pousarei leve sobre mim mesma
Só para verificar as certezas da alma!

-Angel-

sábado, 17 de julho de 2010

POETRIX: CHUVA E SAUDADE


De meu amor lembrando,
Mesmo na chuva...
A saudade vem sangrando.

-Angel-

POEMA: EU OU VOCÊ


Simplesmente nós...
Somos nossos olhos.
Quando e somente quando
Te vejo, não quero fugir.
Quando e somente quando
Me olhas, não queres partir.
Somos assim, peregrinos,
Apaixonados, perdidos...
Nesse prisma de mundo
Único e pupilar.
Eu, em você, sou linda!
Você, em mim, visão preferida!

-Angel-

POEMA: SOMBRAS


Dos dias que sofri
Das dores que chorei
O que não sei...
É explicar, quais as cores
Que pintei o meu coração
Ou o que ficou...
Para depois.

-Angel-

POEMA: EFERVESCÊNCIA....


O nosso amor, mesmo em preto e branco
Emociona tanto e tanto...
Acelera-me por turbilhões
E nas palpitações dançantes
Dessas músicas envolventes
Nada escuto, só teu coração
Que em silêncio fala
Todas as canções de amor!

O nosso amor, mesmo em preto e branco
É efervescência dos nossos corpos
Nossos olhares em chama...
Queimando-nos de tanta paixão!

-Angel-

sexta-feira, 16 de julho de 2010

POESIA: SEGREDOS...Por Savitto.

POESIA: ESSÊNCIA...


A essência masculina
Sempre foi rabiscar...
Por diversas formas
O corpo sinuoso
Mas em detalhes...
Do pensamento da mulher!

-Angel-

OBS: Ah está lindo Savitto! Foto emprestada de seu Blog!

POESIA: PEDAÇOS...


Pedaços, me faço romper,

Todos os dias,

Pedaços de mim,

Mas continuar

Nesse amor sem fim!



-Angel-

POEMA: ALMA FEMININA

As borboletas são para as flores
Como a alma feminina é para a suavidade.

O fogo dos vulcões é efervescente
Assim como incandescente, o coração feminino.

A chuva torrencial é céu nublado
Como as lágrimas de uma mulher.

O coração dos pássaros é livre,
Comparados ao do ser feminino.

Expansivo, ondulante é o mar
Como os sentimentos femininos.

A poesia feita pela mão poética,
Tem sempre inspiração na alma feminina.

Os felinos olhares são sensuais
Assim, a conquista de uma mulher.

Das infinitas estrelas no céu...
O brilho ressurge, da luz feminina.

As nuances da noite, moram aqui,
Sou mulher, eu sei!

-Angel-

quinta-feira, 15 de julho de 2010

POESIA: SEGREDOS...

Deitei-me sobre mim mesma
E não havia regras de falas,
Destilei lágrimas, suores,
Sabores fantásticos.


Observei a relva dos meus olhos
Fantasiei eu e eu continha tanto...
Toda a poesia das folhagens
De flores coloridas.


Desenhei minha própria pele
Na alva áurea perfumada
Desabrochei todos os segredos
E nenhum por absoluto, contive.


Descobri que outras de mim
Preciso encontrar...
Pois nem toda a fantasia
Chegou a conclusão da poesia!


-Angel-




∂єιтєι-мє ѕσвяє мιм мєѕмα
є иãσ нανια яєgяαѕ ∂є fαℓαѕ
∂єѕтιℓєι ℓágяιмαѕ, ѕυσяєѕ,
ѕαвσяєѕ fαитáѕтι¢σѕ

σвѕєяνєι α яєℓνα ∂є мєυѕ σℓнσѕ
fαитαѕιєι єυ є єυ ¢σитιинα тαитσ...
тσ∂α α ρσєѕια ∂αѕ fσℓнαgєиѕ
∂є fℓσяєѕ ¢σℓσяι∂αѕ.

∂єѕєинєι мιинα ρяóρяια ρєℓє
иα αℓνα áυяєα ρєяfυмα∂α,
∂єѕαвяσ¢нєι тσ∂σѕ σѕ ѕєgяє∂σѕ
є иєинυм ρσя αвѕσℓυтσ, ¢σитινє.

∂єѕ¢σвяι qυє συтяαѕ ∂є мιм
ρяє¢ιѕσ єи¢σитяαя...
ρσιѕ иєм тσ∂α α fαитαѕια
¢нєgσυ α ¢σи¢ℓυѕãσ ∂α ρσєѕια!

-αиgєℓ-