terça-feira, 27 de dezembro de 2011

FELICIDADES...

                                                       
  Estou bastante FELIZ, pois finalmente recuperei o meu antigo E-mail!
E por aqui, agradeço a vocês amigos(as) seguidores e admiradores da poesia!
Nesse mundo tão real e virtual o que seria de nós sem o poema de cada dia?
Despertar e ver o BELO, o PLENO, a NATUREZA, o DIVINO, a sua IMAGEM
refletida no espelho e dizer: SIM, vou continuar!
    Muito obrigada pela espera, pelas visitas, pelos lindos comentários! 
    Deixo aqui,trechos do ator, escritor, poeta, compositor, e porque não dizer: 
    UM HOMEM COMPLETO!
    Mário Lago, sua vida foi como um raio de luz nas nossas vidas!
    Vejam os belos versos desse poeta:

"Fazer um céu pouco a gente faz
Basta uma estrela,
Uma estrela e nada mais.
Pra ter nas mãos o mundo,
Basta uma ilusão,
Um grão de areia
É o mundo em nossas mãos.
Sonhar é dar à vida nova cor,
Dar gosto bom às lágrimas de dor:
O sol pode apagar, o mar perder a voz,
Mas nunca morre um sonho 
Bom dentro de nós"

    FELICIDADES! Felicidade é sentir um pouco que esse sonho nunca ACABA!


    Beijos de felicidades!


-Angel-

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

ESCLARECIMENTO PELA AUSÊNCIA...



       Amigos e amigas que por aqui fazem passagem para uma leitura, um sonho, um encontro poético qualquer, estou um pouco ausente esperando recuperar minha conta do E-mail antiga. Tentaram cloná-la.
       Mas em breve tudo será solucionado e então estarei por aqui escrevendo novos poemas e poesias...Obrigada, obrigada e sempre obrigada! 
                                                                                                                                      Voltarei postando em breve...Beijos anjos!


                                              -Angel-

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

NOSSAS SILHUETAS


O toque ficou, permaneceu.
Nas sombras, nas penumbras,
Latentes, pulsantes,
Como um vivo contorno.
Nosso, só nosso...
Que se passa como rápido olhar,
Aquele, que só sabemos vê.
Não de corpos, mas como rimas
De versos loucos, passeando...
Nossas almas, unidas, num abraço,
Silencioso, deixando o deslizar,
Apenas o carinho, falar.

-Angel-

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

AS FACES DE MINHAS LUAS


Já não me basta viver
E viver intensamente...
Há uma face para cada lua
Lua face que desabrocha
Feito olhar cortante
Desse meu viver.

As madrugadas me inspiram.
As manhãs me energizam.
As tardes me carregam e recarregam.
As noites me solidarizam.

Sou faces coloridas...
Sinto-me um beija-flor
Que de mil palavras me sintonizo
Os dez mil segredos e desejos
Sonhos que já realizei.

Sou faces sem adornos e contornos
Dos transtornos que já passei
Entre a vontade de traduzir
O suor que derramei
Até a dor que não gritei...

Jesus Cristo que não me negue
Face a face de sua cicatriz...
E de minha cura que se esconde.
Já pensei bem, ainda não!

Vou mostrar por aqui,
Um pouco mais...
De tudo que tenho de fases
Das luas e faces
Que vou viver intensamente para viver!

-Angel-

domingo, 11 de dezembro de 2011

BORBOLETAS LIVRES


A poesia que vejo em borboletas,
Está na liberdade que elas têm de partir
Deixando um rastro pelos céus
De que são delicadamente livres!

É maravilhoso sentir o gosto dos ventos,
A paz que o amor reflete...
Deixa a impressão de que sou borboleta,
A liberdade de ser assim, me completa!

E não desejo parar, quero vagar,
Deliciosamente sentir que em minhas asas
Todo o azul do céu entre o mar...
Não existe limite para sonhar e amar!

-Angel-

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

ѕєgяє∂σѕ...

                                                                         

∂єιтєι-мє ѕσвяє мιм мєѕмα 
є иãσ нανια яєgяαѕ ∂є fαℓαѕ
∂єѕтιℓєι ℓágяιмαѕ, ѕυσяєѕ,
ѕαвσяєѕ fαитáѕтι¢σѕ


σвѕєяνєι α яєℓνα ∂є мєυѕ σℓнσѕ
fαитαѕιєι єυ є єυ ¢σитιинα тαитσ...
тσ∂α α ρσєѕια ∂αѕ fσℓнαgєиѕ 
∂є fℓσяєѕ ¢σℓσяι∂αѕ.


∂єѕєинєι мιинα ρяóρяια ρєℓє
иα αℓνα áυяєα ρєяfυмα∂α,
∂єѕαвяσ¢нєι тσ∂σѕ σѕ ѕєgяє∂σѕ
є иєинυм ρσя αвѕσℓυтσ, ¢σитινє.


∂єѕ¢σвяι qυє συтяαѕ ∂є мιм
ρяє¢ιѕσ єи¢σитяαя...
ρσιѕ иєм тσ∂α α fαитαѕια
¢нєgσυ α ¢σи¢ℓυѕãσ ∂α ρσєѕια!


-αиgєℓ-

domingo, 4 de dezembro de 2011

EM BUSCA DA POESIA


Entre vitrais de uma janela qualquer...
Penso em você pensando em mim...
na poesia que é te amar assim
Jeito qualquer, jeito nenhum.
Apenas um sonho como tantos outros
Onde a leveza das asas da poesia
Toca teu corpo imaginário
De verdades e mentiras
Construídas e detonadas
Num simples piscar dos olhos...
Assim, só quero te amar
Feito um dia ensolado, de azul e mar
Ou quem sabe, numa noite de lua
Onde é visível a silhueta de nossos corpos...
Entre as canções e os segredos.

-Angel-

terça-feira, 29 de novembro de 2011

DELICADA

                                                                                 
Pousarei leve
Sob tua pele
Pluma, nuvem,
Sonho talvez....
Quase pensamento
Telepática...Nem pediria
Alguma licença
Roubaria sonhos também
Só pararia
Madrugada súbita
De leve sono!!

-Angel-

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

SONHO, SUOR E LÁGRIMA


Onde encontra-se a lembrança de teu olhar?
Onde a nossa história se perdeu?
Agora, nem sei se o silêncio entre nós é desatino
Se o que foi resolvido se encontra
Naqueles estágios latentes de amores impossíveis.
E só me vejo inundada de lembranças
Onde o suor, o sonho e a lágrima
Se destinam ao distante abismo de nós
Que se perturba numa noite
Que insiste em manter-me acordada
Revirando histórias e histórias
Que não adianta...
Ainda não consegui tirá-las da mente!
Pois já fazem parte dos meus sonhos...

-Angel-


sexta-feira, 18 de novembro de 2011

REVERSO



A minha sombra é digna
Sobre ela age a lua
Que é iluminada pelo sol.
O que seria eu?
Se a escuridão...
Mesmo "menina"
Não rompesse na luz
Os dias meus?

-Angel-

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

AGRADECIMENTOS


Meus queridos e queridas leitores (as) e maravilhosos (as) seguidores(as)...

Aqui estou para ofertar flores para vocês anjos,
Obrigada pelas lindas visitas e ótimos comentários!
Estive um pouco distante da internet por falta de tempo,
trabalho e também pela conclusão de um longo curso de extensão.
Mas farei o que for possível para postar outros e novos poemas e poesias.
Hoje, apenas o meu muito obrigada pelo carinho
E assim, desejo tudo de paz, amor e felicidades para vocês!
Obrigada pelas visitas nesses dois anos do blogger:
ANGEL- POEMAS E POESIAS.

-Angel-

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

DESPERTA CORAÇÃO!


Deixa se acender
O teu coração
O gelo romper
Da emoção a plenitude
De que és vivo,
De que ainda existes.
Onde o aconchego
Já adormecido
Desperta em abraços
E em beijos, ser exuberante.
Ah! O amor é mais...
É a própria chama da luz
Iluminando o pulsar
A aurora, o calor.

-Angel-

domingo, 6 de novembro de 2011

PLAINAR



A leveza do ser
É bem capaz de encontrar
Asas aos ventos
A liberdade responsável
A envolvente maneira de ser
Livre, libélula, borboleta,
Pluma, plumagem, vento...
O tempo de ser feliz!

-Angel-

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

SILÊNCIO




A noite é minha companheira
Nela, encontro teu olhar
Em que as estrelas são perfeitas
Lapidando teu silêncio
Meu silêncio que em mil palavras
Reconheço são nossos sentimentos
Que se tocam
Nesta noite estrela
De tanto e de nós...
Sorrisos, palavras, lágrimas
Carinhos, beijos, segredos...
Confesso. 
Eu simplesmente confesso!

-Angel-


domingo, 23 de outubro de 2011

ILHA


Sinto-me ilha
Surreal brilho mar,
Latino olhar,
Verdejantes ondas
Expectativas
Precisas, a quebrar
voltas e reviravoltas
Necessárias
Num suspirar contínuo.

Sinto-me ilha
Cercada por buscas
Perguntas
Interrogativas
Introspectivas
Ondas do amar,
E te querer
É como querer
Beber meu desejo.

Sinto-me ilha
Lágrimas em volta
Um mar raivoso
Sentimentos
Sem juízo
Mas precisos...
E te esquecer
É como esquecer
Que de águas me afogo.

-Angel-


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

SILÊNCIO




A noite é minha companheira
Nela encontro teu olhar
Em que as estrelas são perfeitas
Lapidando teu silêncio
Meu silêncio que em mil palavras
Reconheço são nossos sentimentos
Que se tocam
Nesta noite estrela
De tanto e de nós...
Sorrisos, palavras, lágrimas
Carinhos, beijos, segredos...
Confesso. 
Eu simplesmente confesso!

-Angel-

sábado, 15 de outubro de 2011

PROFESSOR, UM BEM HERDADO...


Aos mestres, com carinho:
Felicidades
Alegrias
Sorrisos
Aprendizado
Diálogo
Resignação
Emoção
Sabedoria
Perseverança
Paciência
Respeito
Dignidade
Saúde
Força
Reconhecimento
Discernimento
Viver
E sobreviver
Tudo...
De tudo
Que tentou ensinar!

-Angel-

Obs: Hoje, todas as palavras seriam pequenas para homenagear os(as) PROFESSORES (as)! Aqui também várias fotos de alguns destes heróis da EDUCAÇÃO:





































sexta-feira, 14 de outubro de 2011

QUERER


Quero romper meus medos...
Sentir que tudo posso,
Dormir e sonhar só boas, fantasias!
Inebriar-me a um abraço,
Envolver-me nesse ar saudade,
Tocar mesmo sendo perfume,
Perder-me sob o céu do aconchego,
Sem limite de tempo e espaço...
Iludir-me, apenas me iludir
Que dentro de você...
Existe um pouco do que sou!

-Angel-

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

MINHA INFÂNCIA


Adorava brincar:
De amarelinha
De casinha
De escorrego
De ping e pong
De pular corda
De jogar dominó
Dama
Xadrez
E esperar a minha vez.
Abraçar...
O tempo
O pensamento
O sonho
O vento.
Fantasiar...
Que o tempo passava
Que o anel quebrava
Que o que era doce...
Acabava-se.
Que a infância...
Passava
No passa a passa
Dos anéis
Dos carrosséis
Do " -Tô no poço!"
Do aconchego
Do amor brinquedo!

-Angel-

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

SUAVIDADE

Nem todas as pérolas do mar
Podem ser tão belas quanto a paz.
A plenitude daqueles dias suaves,
Amenos, silenciosos, esquecidos...
Guardado, dentro deles,
Algo de boas lembranças,
Momentos que valem "ouro"!
A suavidade dos toques de pétalas
Das mais perfumadas flores.

-Angel-

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

PERFUME


Ah! Este aroma que voa!
Que incendeia o ar
Que chama, que arde
Que mesmo seco, molha!
Que na penumbra, enrubesce!
Materializa-me a face!
Ah! Este aroma que voa!
É sombra do que exalo
É desdenho do que sou
É um misto de sonho
Virtual e real fantasia
Que toca-me a pele!
Exala, seduz, lembra
Perfuma e dorme ao meu lado!

-Angel-

domingo, 2 de outubro de 2011

CALMARIA


Sei que o silêncio fala
Já ouvi a sua voz.
Num desses encontros
O seu sussurro, confundiu
Com um vento leve
Carregado de paz,
Perfume, o encantamento
Do que chamamos: Calmaria.

-Angel-

terça-feira, 27 de setembro de 2011

domingo, 25 de setembro de 2011

HAICAI - EM TRÊS ESTAÇÕES...



Escrever um HAICAI, pode ser fácil, mas ao mesmo tempo, torna-se difícil. Segundo Goga (1988), o primeiro autor brasileiro de Haicai foi Afrânio Peixoto, em 1919, através de seu 
livro Trovas Populares Brasileiras, onde prefaciou suas impressões a respeito do poema japonês:




“Os japoneses possuem uma forma elementar de arte, mais simples ainda que a nossa trova popular: é o haikai, palavra que nós ocidentais não sabemos traduzir senão com ênfase, é o epigrama lírico. São tercetos breves, versos de cinco, sete e cinco pés, ao todo dezessete sílabas. Nesses moldes vazam, entretanto, emoções, imagens, comparações, sugestões, suspiros, desejos, sonhos... de encanto intraduzível”
FLORESTA
Um abrigo verde vibrante
De amores e vidas
Respirável e pulsante.
-Angel-
ALMÍSCAR
Impregnação perfeita...
Da seiva exalo
Perfume e sossego.
-Angel-
028
GAMELEIRA
Árvore, sua essência
Palavras e pensamentos
Respiro o que és, exuberância!
-Angel-